terça-feira, 22 de abril de 2014

Constatações...


Lendo o livro que cai na prova do mestrado em Artes Visuais da UDESC eu me pego refletindo um trecho que cito aqui:


"A 'monoforma' é essa forma normal de comunicação televisiva caracterizada pelo 'dilúvio de imagens e sons densamente empacotados e rapidamente editados, a estrutura modular sem costuras, mas fragmentada, que conhecemos bem' " (p.176) *


Eu estou cada vez mais convencido de algumas coisas com relação a comunicação nos nossos tempos:

- Formalmente a TV não fala a seu público, ela fala a sí própria, num diálogo esquizofrênico.

- Nós aprendemos a imitar a TV, reproduzimos essa (des)comunicação "monoforma" e não dialogamos com ninguém, apenas falamos para nós mesmos, vide exemplo as discussões no facebook

- A forma da (des)informação na TV não dá tempo para o pensamento. Nós precisamos de uma expansão no tempo e espaço para refletirmos, formularmos perguntas. A TV não dá tempo para isso, ela envia informações e opiniões a todo momento.

- Novamente, por imitação à TV, também somos rápidos em emitir opiniões: sem qualidade, sem parar para refletir, sem fazer perguntas a nós mesmos.

- Agora vem a constatação pior (perguntinha retórica): além da TV, qual outra instância que ocupa quase todo o nosso tempo que faz a mesma coisa? Eu respondo: a escola.


Hahahahahahahahahahahahahahahahahahaha...


* Citação de Reinaldo Laddaga em Estética da Emergência, citando trechos da fala de Peter Watkins falando de seu filme "A comuna", de 2000.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Ocarinas...



Não é preciso legenda...



Da próxima vez, lá pelo meio do ano, a meta é construir um forno a lenha na escola, junto com os alunos...

domingo, 13 de abril de 2014

Apropriação...



Nós nos apropriamos de todo o saber humano que sobreviveu até nós... a cultura só é viva quando é recriada. Pensando nisso...


Esses dias pintei um Boi-de-mamão "dos grandes". Fiquei pensando como ele conseguiu essa manta de fuxico, e por que daqueles grandes olhos fora de sua cabeça de mamão. Eu já sabia que sua origem é controversa, alguns falam da brincadeira do boi que tinha a cabeça feita de mamão, outros que o boi era manejado pelo "mamão", o beberrão que cambaleava e lhe dava o movimento "errático".





Pesquisando mais a fundo, encontrei alguma coisa no velho tomo do "Bestiário da Ilha de Vera Cruz", de data desconhecida. Adaptando do seu português arcaico, lá diz:

"Na altura 27 - 48 das cartas marítimas de El Rei, Sua Majestade, existe uma pequena ilha onde vivem criaturas selvagens que imitam aos homens e seus animais de Deus. Lá decidiram ficar alguns marujos dignos da lealdade de S.M., e que relatam fatos dos mais absurdos. Vossos súditos, que providenciaram um abrigo para sí e algum gado que para sua sobrevivência ficara, dão conta de uma criatura das mais fantasmagóricas e dignas de mundo tão absurdo. Tal ser infernal se assemelha a algo como as medusas dos oceanos, mas com grandes olhos  que se projetam de seu interior translucido, unidos por um interior que os lembrava uma noz, aquele fruto das nogueiras da terra consagrada.
Da primeira vez que deram conta da criatura a viram espiando suas ações através da vegetação densa e bruxólica de amaldiçoada ilha. Do'utra ocasião a criatura tentava os enganar se passando por touro. Contam que ela pairava no ar, com seus tentáculos de medusa serpenteando, e segurando um fruto amarelo da terra de Colombo, cuidadosamente esculpido como a cabeça do corno, de galhos e tudo o mais. A criatura simulava docilidade, apesar de seu caráter inatural. Em todas as ocasiões, vossos corajosos marujos se esconderam em seu abrigo, e quando davam por si a criatura já sumira". (Bestiário da Ilha de Vera Cruz, Tomo desconhecido, autor desconhecido, possivelmente página 12).



terça-feira, 8 de abril de 2014

Fato que me toca...


Aqui um vídeo, um pequeno recorte de uma fala de Manuel Castells, sintetizando muito do que também acredito: Além da escola ser uma estrutura que reproduz as relações de poder da sociedade, vertical, de cima para baixo, na parte que podemos considerar "pedagógica" a escola está obsoleta. A "informação" está por ai, e a quem tem acesso a internet pode acessar-la. O trabalho é ensinar a pesquisar: ensinar a aprender por conta própria com metodologia e alegria...

https://www.youtube.com/watch?v=eb0cNrE3I5g&feature=youtu.be

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Aquela juventude transviada...


Hoje passei uns vídeos para o terceiro ano:


Se vamos fazer tocatas com os instrumentos produzidos por nós essas são boas referências pra ir acostumando seus ouvidos que a tudo estranham...

Enquanto eu ouvia alguns cochichando baixinho, achando o Hermeto um velho louco e chato, o que foi confirmado por eles depois, eu pensava: irônico um velho com pinta de ancião ser considerado um louco chato por pessoas tão jovens, já que deveria ser o oposto. Jovens sendo "caretas" com um velho louco. Precisamos de mais velhos loucos...


terça-feira, 1 de abril de 2014

Inaugurada seção de Downloads...



Inaugurada a seção de Downloads no Blog. Ali vocês encontrarão links para baixar arquivos relacionados às postagens e propósito deste Blog, como as HQs produzidas por mim ou mediadas como atividades de autoria compartilhada, assim como artigos, ensaios, e ainda outros.

Downlodas